GIF 728x90 - Suplementos

apele oleosa e os cabelos oleosos merecem cuidados especiais. Para evitar problemas como o surgimento de cravos, espinhas e dermatite seborreica. “Isso acontece por estímulo hormonal, quando a glândula sebácea é impulsionada intensamente e produz óleo em excesso”. “A pele oleosa está relacionada a diversos fatores, dentre eles, o fator hormonal é o mais comum. Mas o uso de produtos inadequados também pode deixar a pele oleosa e com os poros abertos”. Normalmente, a oleosidade da pele se concentra na chamada zona T do rosto. Veja algumas dicas que vão ajudar.

Pele oleosa

  • Evite usar hidratantes nas áreas de pele oleosa, onde eles raramente são necessários. Mesmo se logo após o banho, a pele parece ressecada, em pouco tempo a oleosidade natural vai retornar.
  • Evite lavar a face com água quente, pois isso estimula a produção de mais oleosidade.
  • Evite alimentos gordurosos.
  • Beba bastante água (1,5 a 2 litros por dia) e coma frutas, legumes e verduras.
  • Só use filtros solares e cosméticos com o rótulo oil free (sem óleo).
  • Produtos matificantes ajudam a absorver a oleosidade da pele.
  • Se, além de oleosa, a pele descama ou fica avermelhada ou com coceira, procure um dermatologista, você pode estar com dermatite seborréica.

Cabelos oleosos

  • Evite usar condicionadores próximo à raiz dos cabelos ou xampus que contenham condicionadores na sua fórmula (2 em 1).
  • Evite lavar a cabeça com água quente.
  • Evite alimentos gordurosos e bebida alcoólica.
  • Beba bastante água (1,5 a 2 litros por dia) e coma frutas, legumes e verduras.
  • Cuidado com o estresse, ele pode aumentar a produção de oleosidade.
  • Se além da oleosidade tem caspa e coceira, pode ser a dermatite seborréica. Neste caso, procure um dermatologista para o correto diagnóstico e tratamento.