Programação dia 27 de Junho

2
8873
Programação II FBGA 27 de junho

Auditório Jequitibá: Adaptação à mudança do clima no Município: Ferramentas, metodologias e abordagens estratégicas

Auditório Jequitibá

→ Adaptação à mudança do clima no Município: Ferramentas, metodologias e abordagens estratégicas

Os impactos da mudança do clima tendem a acentuar problemas socioambientais urbanos associados a padrões de desenvolvimento e transformação do espaço. Os municípios brasileiros precisam construir resiliência diante da intensificação de eventos climáticos.
O desenvolvimento de ações de planejamento em municípios com base em abordagens integradas que respondam aos desafios de considerar ações e programas setoriais de maneira coordenada e sinérgica, e seus impactos sobre a dinâmica de uso e transformação do espaço urbano é possivelmente a maneira mais efetiva de adaptação no contexto municipal. 
Ganham relevância abordagens sistêmicas que tratem as dificuldades atuais, e, ao mesmo tempo, antecipam respostas a problemas futuros. Essa abordagem integrada se torna viável na medida em que o conhecimento científico avance, as incertezas a respeito da mudança do clima diminuem e que juntos permitam a tomada de decisão e ação local.
A atividade objetiva reunir iniciativas e alguns dos principais atores que atuam sobre o tema de adaptação no Brasil na escala municipal. A ideia é compartilhar experiências sobre ferramentas, metodologias e abordagens elaboradas até o momento, identificar desafios e êxitos em sua aplicação,identificar oportunidades de trabalhos conjuntos para sanar as lacunas bem como avançar nas ações e medidas de adaptação nos municípios brasileiros.

PROMOÇÃO:

Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ)

PROGRAMAÇÃO:

Sessão 1
Avanços na produção de conhecimento e uso da informação
sobre impactos da mudança do clima, vulnerabilidade, e riscos climáticos (GIZ)

09h-09h10 – Moderador: Visão geral sobre a sessão

09h10-09h30 – Cemaden: Status e limites do conhecimento sobre mudança do clima no nível municipal: Índice de Vulnerabilidade dos municípios brasileiros
Palestrante: Pedro Camarinha

09h30-09h50 – WayCarbon: A urgência nas ações de adaptação nos municípios brasileiros: técnicas e estudo de caso
Palestrante: Melina Amoni

09h50-10h10 – CODESAL e NEOUrbs: Mapeamento de riscos e consideração de vulnerabilidade climática. Resultados preliminares de um estudo em Salvador – BA
Palestrantes: Gabriela Morais e Marcel Sant’Ana

10h10-10h30 – Diálogo

10h30-11h – Coffee break e visita paralela aos pôsters em Experiências e Pesquisas Científicas sobre Adaptação à Mudança do Clima

Sessão 2
Instrumentos de transversalização da adaptação em nível municipal
Moderação: KAS

11h-11h10 – Moderador: Visão geral sobre a sessão

11h-11h30 – Comissão Municipal de Adaptação à Mudança do Clima (CMMC) do Município de Santos: Plano Municipal de Adaptação de Santos e Comissão Consultiva Acadêmica e Projeto Metrópole
Palestrante: Eduardo Kimoto

11h30-11h50 – Experiência municipal e de coordenação com Estado:

Município de Recife: Inamara Melo, Ex secretária Municipal de Meio Ambiente e Atual Secretária Executiva do Estado de Pernambuco.
Governo de Pernambuco: Maurício Guerra, Ex secretário executivo de meio ambiente do município e atual assessor especial do Estado de Pernambuco
11h50-12h30 – Diálogo

12h30-14h – Intervalo para Almoço

Para inscrição nos Pôsteres Científicos
Clique aqui para se inscrever para apresentação de pôster – Prazo 16 de Junho de 2019

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral, setor privado, ONGs; Aberta ao público em geral

Amoreira I: Gestão Sustentável, Governança e Democracia Participativa

Amoreira I

→ Gestão Sustentável, Governança e Democracia Participativa

Serão cinco sessões sequenciais tratando de diversos tópicos afetos à gestão ambiental, incluindo temas como o fortalecimento e a gestão de conselhos de meio ambiente, soluções tecnológicas como ferramentas de gestão ambiental, a constituição e a implementação de ecovilas, e as estratégias da economia circular como instrumento para gestão sustentável.

PROMOÇÃO:

FECONDEMA — Federação Nacional dos Conselhos de Meio Ambiente

PROGRAMAÇÃO:

Sessão 1
Gestão Conselhos de Meio Ambiente e Planos Municipais da Mata Atlântica Anamma Brasil ONU Ambiente

08h-08h50 – Apresentação do CASE Anamma Brasil ONU Ambiente do Projeto Fortalecimento Conselhos Municipais de Meio Ambiente através dos Planos Municipais da Mata Atlântica.
Palestrantes: Mariana de Oliveira Gianiaki (Consultora da Anamma Nacional) e Sandra Steinmetz (Sócia-diretora da Ambiental Consulting) 

Sessão 2
Estratégias para Ações de Democracia Participativa e Governança na Gestão Ambiental

08h50-09h40 – Apresentação de estratégias para ampliar as ações da Democracia Participativa através dos Conselhos de Meio Ambiente em todo processo de Gestão Ambiental, tanto nas administrações públicas como nas Instituições de representação dos segmentos sociais e privados 
Palestrante: Prof. Carlos Alexandre Silva (Diretor de Conselhos de Meio Ambiente da Anamma Brasil e Membro Fundador e Presidente da FECONDEMA — Federação Nacional dos Conselhos de Meio Ambiente) 

Sessão 3
Soluções inovadoras para desafios ambientais e para consumo e produção responsáveis

09h40-10h30 – Apresentação de soluções em tecnologia da informação e georreferenciada para processos de rastreabilidade de logística e sua aplicabilidade, eficiência e efetividade como ferramenta na gestão metodológica ambiental 
Palestrante: Amanda Sylvan Neves 

Sessão 4
Ecovilas, Práticas Sustentáveis e Políticas Públicas

10h30-11h20 – Apresentação do conceito e da prática na constituição e implementação de Ecovilas que é um assentamento de escala humana, multifuncional, no qual as atividades humanas são integradas sem danificação ao mundo natural, de forma a apoiar o desenvolvimento humano saudável 
Palestrante: Flávio Januário José (Arquiteto, Doutor em Arquitetura e Urbanismo pelo IAU – USP (2004) com pesquisa intitulada “Diretrizes Para o Desenvolvimento de Ecovilas Urbanas”) 

Sessão 5
Economia Circular — Instrumento para Gestão Sustentável, Inclusiva e Solidária da Cidade no Século 21

11h20-12h – Apresentação do modelo de estratégias da Economia Circular como Instrumento para Gestão Sustentável, Inclusiva e Solidária nas políticas públicas da Cidade 
Palestrante: Emilia Wanda Rutkowski (Professora Associada I do Departamento de Saneamento e Ambiente do curso de Engenharia Civil e Coordenadora da Graduação do curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC) da UNICAMP) 

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Amoreira II: Proteção e Bem-Estar Animal

Amoreira II

→ Proteção e Bem-Estar Animal

Palestras com uma hora de duração abordando os seguintes temas: Impacto de animais exóticos, A Importância dos anfíbios como indicadores, Redução do impacto dos resíduos plásticos na vida marinha e Centros de Recuperação de Animais Silvestres e nova política estadual

PROMOÇÃO:

Prefeitura Municipal de Campinas

PROGRAMAÇÃO:

08h-8h45 – O impacto dos animais exóticos invasores em Fernando de Noronha
Palestrante: Jean Carlos Ramos Silva – Universidade Federal Rural de Pernambuco e Instituto Brasileiro para Medicina da Conservação – Tríade

08h45-9h25 – Gestão de Ongs de proteção animal
Palestrante: Flávio Lamas – Diretor de Proteção e Bem Estar da ANAMMA Nacional

Intervalo

09h45-10h25 – Experiências de políticas públicas pelos animais em cidades com menos de 100 mil habitantes
Palestrante: Flávia Bittar – Vereadora Municipal de Vinhedo-SP

10h25-12h – Centros de Recuperação de Animais Silvestres e a nova política estadual de fauna
Palestrante: Sérgio Luiz Marçon – Coordenador de Fiscalização Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Infra-Estrutura do Estado de São Paulo

PÚBLICO-ALVO:

Servidores públicos, Ambientalistas, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Amoreira III: Poluição atmosférica e a qualidade do ar

Amoreira III

→ Poluição atmosférica e a qualidade do ar

O objetivo do ciclo de conferências é apresentar e discutir a problemática da poluição atmosférica nos centros urbanos, a evolução da qualidade do ar e a importância do PROCONVE – Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores para a redução de emissões, desde a sua criação na década de 1980, até as novas Resoluções do CONAMA, aprovadas em 2018. O evento abordará, ainda, as estratégias necessárias para o controle futuro das emissões veiculares frente às novas tecnologias disponíveis, através da medição de emissões em tráfego real com equipamentos instalados a bordo dos veículos (RDE – Real Drive Emission) e Programas de Inspeção Veicular com sua evolução através da aplicação das modernas tecnologias de sensoriamento remoto para o monitoramento da frota e o controle de fraudes

PROMOÇÃO:

Associação dos Fabricantes de Equipamentos para Controle de Emissões Veiculares da América do Sul – AFEEVAS
Remote Sensing do Brasil – RSDB

PROGRAMAÇÃO:

08h-08h20 – Recepção

08h20-08h40 – Abertura
Palestrante: Rogério Menezes (ANAMMA)

08h40-09h10 – As necessidades e o futuro do controle da poluição do ar por veículos no Brasil
Palestrante: Gabriel Murgel Branco (EnvironMentality)

09h10-09h40 – Modernização do Programa de Inspeção e Manutenção Veicular
Palestrante: Fábio C. Branco (EnvironMentality)

09h40-10h10 – A experiência do Estado do Rio de Janeiro na condução do Programa de Inspeção e Manutenção Veicular
Palestrante: Fellipe de Oliveira Pinto – Gerência de Qualidade do Ar (INEA)

10h10-10h30 – Intervalo

10h30-12h10 – Painel de Debate: Caminhos e soluções para o controle eficaz das emissões veiculares e gerenciamento da mobilidade urbana para a proteção da saúde pública nas cidades brasileiras
Moderador: Marcelo C. Branco (consultor)
Participantes: Eduardo Trani (Subsecretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo), Gilberto Natalini (Vereador SP), Antônio Carlos Fiola Silva (SINDIREPA), Prof. Paulo Afonso de André (USP), Elcio Luiz Farah (AFEEVAS) e Fellipe de Oliveira Pinto (Gerência de Qualidade do Ar – INEA)

12h10-12h30 – Considerações finais: a visão estratégica do Estado de São Paulo
Palestrante: Eduardo Trani (Subsecretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo)

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Carvalho I: I Conferência Municipal de Educação Ambiental (EVENTO FECHADO – CONT.)

Carvalho I

→ I Conferência Municipal de Educação Ambiental

Conferência para tratar das propostas de indicadores de educação ambiental e ambientalização curricular de educação ambiental.

PROMOÇÃO:

Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

PROGRAMAÇÃO:

08h-12h – Mesa de discussão com as temáticas “Ambientalização Curricular de Educação Ambiental e Indicadores de Educação Ambiental”.

PÚBLICO-ALVO:

Servidores públicos, Estudantes e pesquisadores, Professores e educadores em geral; Apenas convidados

Carvalho II: Diálogos Sobre Áreas Protegidas Locais (CONT.)

Carvalho II

→ Diálogos Sobre Áreas Protegidas Locais

Diálogos sobre Áreas Protegidas Locais: Marco institucional, mecanismos de financiamento, ofertas de informação e capacitação para municípios pretende estimular durante o II Fórum Brasil de Gestão Ambiental (FBGA) a articulação de municípios em favor da conservação da biodiversidade. O espaço permitirá intercâmbio de ideias e debates sobre a contribuição das unidades de conservação municipais para a conservação da biodiversidade, os benefícios que essas áreas protegidas conferem aos municípios e os mecanismos sustentáveis de financiamento existentes para o apoio à gestão. Além disso, pretende informar os representantes municipais sobre as ofertas de capacitação disponíveis para a gestão de áreas protegidas. No Brasil, as unidades de conservação municipais são parte do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (Lei 9.985/2000) e, como parte integral de uma paisagem mais abrangente, contribuem efetivamente para a conectividade ecológica e a conservação da biodiversidade.

PROMOÇÃO:

Departamento de Áreas Protegidas/Secretaria de Biodiversidade/Ministério do Meio Ambiente – DAP/SBio/MMA e Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH

PROGRAMAÇÃO:

Diálogos sobre Áreas Protegidas Locais: Mecanismos de financiamento 

2º período

08h00 – Compartilhando mecanismos de financiamento para a gestão das unidades de conservação municipais
Palestrantes: Rodrigo Medeiros – Professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

09h00 – Mecanismos de Financiamento: Concessão de Serviços
Palestrante: Fernando Pieroni – Diretor-Presidente – Instituto Semeia

09h30 – Mecanismos de Financiamento: Compensação Ambiental
Palestrante: Karen Oliveira – Gerente de Infraestrutura – The Nature Conservancy (TNC)

10h00 – Rodada de Discussão

10h30 – Intervalo

10h40 – Mecanismos de Financiamento: ICMS Ecológico
Palestrante: Mariese Cargnin Muchailh – Diretoria de Biodiversidade – Instituto Ambiental do Paraná (IAP)

11h10 – Financiamento para a Conservação de Áreas Protegidas: Incubadora de Inovação
Palestrante: Marcos Rugnitz Tito – Oficial Senior de Projetos – UICN Brasil

11h40 – Mecanismos de Financiamento: Emendas Parlamentares
Palestrante a confirmar

11h45- Rodada de Discussão

12h00 – Encerramento

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores; Aberta ao público em geral

Carvalho III: Viabilização financeira de projetos ambientais na esfera municipal: PSA – Água de Campinas

Carvalho III

→ Viabilização financeira de projetos  ambientais na esfera municipal: PSA – Água de Campinas

Apresentação de instrumentos de financiamento da gestão ambiental municipal e gestão dos recursos hídricos através de programas de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA)

PROMOÇÃO:

Departamento do Verde e Desenvolvimento Sustentável (DVDS-SVDS / PMCampinas)

PROGRAMAÇÃO:

8h30-10h – PROAMB / Licenciamento / JAVA

10h-10h30 – Intervalo

10h30-12h – PSA Água
Palestrantes: Guilherme T. N. P. de Lima e Geraldo Ribeiro de Andrade Neto

Equipe PSA – SVDS: 
Luiz Fernando Soares Fonseca 
Luiz Fernando Vogel 
Paulo Ricardo Egydio de Carvalho Neto 
Carlos Eduardo de Souza Martins

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Seringueira: Gestão Sustentável de Resíduos: Perspectivas e Ações

Seringueira

→ Gestão Sustentável de Resíduos: Perspectivas e Ações

Mesa redonda que abordará as perspectivas e ações para uma gestão sustentável de resíduos na região metropolitana de Campinas (RMC), estado de São Paulo e no Brasil.

PROMOÇÃO:

ATERSP – Associação dos Transportadores de Entulho e Resíduos de São Paulo

PROGRAMAÇÃO:

Apresentação de 10 minutos para cada participante, com posterior abertura para discussão, perguntas e comentários.

Início: 10h00
Término: 12h00

Coordenador:
Gabriel Pedreira – Presidente da Associação dos Transportadores de Entulho e Resíduos do Estado de São Paulo (ATERSP) e Diretor Técnico da PGRS Brasil Soluções Técnicas Integradas.

Palestrantes Convidados:

Thiago Grego – Sócio Fundador da Houer Concessões, Especialista em Concessões Públicas e Parcerias Público-Privadas e Vice-Presidente do ICLEI Brasil.

Hewerton Bertoli – Presidente da Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição (ABRECON) e Sócio Fundador da R3CICLO Demolição e Britagem e da ContruPlay.

Fabrício Soler – Sócio do escritório Felsberg Advogados, especialista em Direito dos Resíduos, com atuação nos seguintes temas: Política Nacional de Resíduos Sólidos, acordos setoriais, logística reversa, responsabilidade compartilhada e pós-consumo.

Emília Wanda Rutkowski – Professora Doutora do Departamento de Saneamento e Ambiente FEC/UNICAMP. Coordenadora do laboratório FLUXUS e membro do Observatório Nacional da Reciclagem Inclusiva e Solidária.

Allan Duarte – Ex-Secretário de Serviços Públicos de Americana/SP e Membro da Câmara Técnica para Gerenciamento de Resíduos de Saúde – ABES.

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Jacarandá: Curso de Política e Gestão Ambiental Municipal (EVENTO FECHADO)

Jacarandá

→ Curso de Política e Gestão Ambiental Municipal

O curso objetiva capacitar o participante para a compreensão e importância do seu papel social na construção de metas institucionais e aprimorando sua atuação com os conhecimentos básicos de gestão ambiental em nível local.

PROMOÇÃO:

Curso de Política e Gestão Ambiental Municipal

PROGRAMAÇÃO:

08h00-12h00

4 – Direito, Legislação e Política Ambiental Municipal 
Palestrantes: Andréa Struchel (SVDS) e Camila Torres (FJPO)

5 – Licenciamento Ambiental 
Palestrante: Gustavo D’Estefano

6 – Fiscalização Ambiental
Palestrante: Heloisa Fagundes

PÚBLICO-ALVO:

Servidores públicos (Apenas convidados)

Manacá: Sustentabilidade na Administração Pública
​​

Manacá

→ Sustentabilidade na Administração Pública

Estimular os gestores públicos a incorporar princípios e critérios de gestão socioambiental em suas atividades rotineiras, levando à economia de recursos naturais e à redução de gastos institucionais por meio do uso racional dos bens públicos, ao correto gerenciamento dos resíduos sólidos, às contratações públicas sustentáveis, às construções sustentáveis, à sensibilização e capacitação e à qualidade de vida no ambiente de trabalho. Ao governo cabe o papel estratégico de induzir a sociedade a adotar novos referenciais de produção e consumo de bens materiais, tendo em vista a construção do desenvolvimento sustentável no País, ficando o servidor público como agente de mudança e construtor de um novo pensar. Focar na importância que as instituições públicas possuem em “dar o exemplo” para redução de impactos socioambientais negativos. Faremos a interação deste agenda com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)

PROMOÇÃO:

ONG SALVAR – A Salvação de um Rio

PROGRAMAÇÃO:

8h-8h20 – Recepção

8h20-9h20 – Sustentabilidade na Administração Pública abordando os eixos: uso racional de recursos naturais, resíduos gerados, construções sustentáveis, compras públicas sustentáveis, qualidade de vida no ambiente do trabalho e sensibilização e capacitação do servidor público.
Palestrante: Patrícia Fazano

9h20-10h20 – Em 12 anos de município VerdeAzul a arborização urbana quebra paradigmas
Palestrante: José Walter Figueiredo Silva

10h20-10h240 – Intervalo para café e prosa

10h40-11h – Interação da Agenda Ambiental na Administração Pública com os ODS e o Programa Município VerdeAzul
Palestrante: Patrícia Fazano

11h-11h30 – Case de sucesso: São José do Rio Preto
Palestrante: Kátia Penteado

11h30-12h – Case de Sucesso : Agência de Bacias PCJ
Palestrante: Aline Doria de Santi

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Auditório Jequitibá: Adaptação à mudança do clima no Município: Ferramentas, metodologias e abordagens estratégicas (CONT.)

Auditório Jequitibá

→ Adaptação à mudança do clima no Município: Ferramentas, metodologias e abordagens estratégicas

Os impactos da mudança do clima tendem a acentuar problemas socioambientais urbanos associados a padrões de desenvolvimento e transformação do espaço. Os municípios brasileiros precisam construir resiliência diante da intensificação de eventos climáticos.
O desenvolvimento de ações de planejamento em municípios com base em abordagens integradas que respondam aos desafios de considerar ações e programas setoriais de maneira coordenada e sinérgica, e seus impactos sobre a dinâmica de uso e transformação do espaço urbano é possivelmente a maneira mais efetiva de adaptação no contexto municipal. 
Ganham relevância abordagens sistêmicas que tratem as dificuldades atuais, e, ao mesmo tempo, antecipam respostas a problemas futuros. Essa abordagem integrada se torna viável na medida em que o conhecimento científico avance, as incertezas a respeito da mudança do clima diminuem e que juntos permitam a tomada de decisão e ação local. 
A atividade objetiva reunir iniciativas e alguns dos principais atores que atuam sobre o tema de adaptação no Brasil na escala municipal. A ideia é compartilhar experiências sobre ferramentas, metodologias e abordagens elaboradas até o momento, identificar desafios e êxitos em sua aplicação,identificar oportunidades de trabalhos conjuntos para sanar as lacunas bem como avançar nas ações e medidas de adaptação nos municípios brasileiros. 

PROMOÇÃO:

Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ)

PROGRAMAÇÃO:

Sessão 3
Arranjos inovadoras de Adaptação à mudança do clima em nível municipal
Moderação: C40

14h-14h20 – WRI: Recomendações para integrar adaptação em Cidades Brasileiras
Palestrante: Viviane Romeiro

14h20-14h40 – Campinas: Construção de Cidades Resilientes na Região Metropolitana de Campinas
Palestrante: Sidney Furtado

14h40-15h00 – Fundação Boticário: Soluções baseadas na Natureza para aumento da resiliência hídrica
Palestrante: Juliana Ribeiro

15h00-15h20 – TerraGIS / AA Consultoria: Medidas para adaptação à mudança do clima, baseadas em ecossistemas, em comunidades vulneráveis em Salvador – Bahia
Palestrantes: Wolfram Lange e Angela Andrade

15h20-16h00 – Diálogo

16h00-16h30 – Coffee Break e Visita aos Pôsteres em Experiências e Pesquisas Científicas sobre Adaptação à Mudança do Clima

Sessão 4
World Café: Debate livre sobre futuro da adaptação nos municípios
Moderação: ICLEI

16h30-16h40 – Orientações para Atividades

16h40-17h40 – Diálogos em Grupos sobre o futuro da adaptação nos municípios (perguntas orientadoras)

17h40-18h10 – Plenária de socialização dos resultados

18h10-18h30 – Avaliação e Encerramento

Para inscrição nos Pôsteres Científicos
Clique aqui para se inscrever para apresentação de pôster – Prazo 16 de Junho de 2019

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral, setor privado, ONGs; Aberta ao público em geral

Amoreira I: 30 anos de gestão da água nas Bacias PCJ

Amoreira I

→ 30 anos de gestão da água nas Bacias PCJ

Em 2019, o Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí comemora 30 anos de fundação. A história do Consórcio PCJ se confunde com o início da gestão da água no Brasil, visto que a primeira política de recursos hídricos do país foi promulgada pelo Estado de São Paulo, com participação atuante desta referida instituição. Desde sua criação, o Consórcio PCJ contribuiu com a criação de políticas públicas voltadas à gestão da água, assim como teve papel decisivo na implementação de todos os instrumentos de gestão previstos na Lei 7663/1991. Por meio de seus parceiros internacionais, o Consórcio PCJ tem auxiliado o sistema de gerenciamento de recursos hídricos na busca por boas práticas e novas tecnologias para solução dos desafios no trato com a água, sendo referência nacional e internacional na área. A entidade é membro das redes de organismos de bacias (REBOB, RELOB e RIOB), assim como do Conselho Mundial da Água, tendo cadeira no Conselho Nacional de Recursos Hídricos.

PROMOÇÃO:

Consórcio PCJ

PROGRAMAÇÃO:

14h00 – Recepção dos participantes

14h30 – Abertura oficial

– Presidente do Consórcio PCJ e Prefeito de Nova Odessa, Benjamin Bill Vieira de Souza;
– Presidente dos Comitês PCJ e Prefeito de Piracicaba, Barjas Negri.

15h00 -Mesa redonda “Três décadas de aprendizados e ações pela água”

– Secretário Executivo do Consórcio PCJ, Francisco Carlos Castro Lahóz;
– Secretário Executivo dos Comitês PCJ, Luiz Roberto Moretti;
– Coordenador de Recursos Hídricos da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo e Secretário Executivo do CRH-SP, Rui Brasil Assis;
– Vice-Presidente do CBH-PCJ e Representante do Consórcio PCJ no Conselho Nacional de Recursos Hídricos, Marco Antonio dos Santos;
– Secretário Executivo das Redes Brasil e Latino-Americana de Organismos de Bacias, Lupercio Ziroldo Antonio;
– Diretor Presidente da Fundação Agência PCJ, Sérgio Razera;
– Diretor Geral da Agência Reguladora ARES-PCJ, Dalto Favero Brochi;
– Consultor do Escritório Internacional da Água, Patrick Laigneau;
– Cônsul para Assuntos Econômicos de Israel em São Paulo, Itzhak Reich;
– Oficial de Meio Ambiente da UNESCO no Brasil, Massimiliano Lombardo.

17h00 – Debate com os participantes

18h00 – Encerramento

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Amoreira II: Proteção e Bem-Estar Animal (CONT.)

Amoreira II

→ Proteção e Bem-Estar Animal

Palestras com uma hora de duração abordando os seguintes temas: 
Programas de redução de animais de rua, Gestão de ONGs de Proteção Animal, Experiência de Políticas Públicas pelos Animais, SAMU animal de Campinas e SAMU animal para o Estado de São Paulo

PROMOÇÃO:

Prefeitura Municipal de Campinas

PROGRAMAÇÃO:

14h-14h45 – A experiência de Niterói (RJ) com programas de redução de animais de rua
Palestrante: Marcelo Pereira da Costa – Diretor de proteção Animal da Prefeitura de Niterói (RJ)

14h45-15h25 – Redução do segundo trauma de animais atropelados: SAMU Animal Campinas
Palestrante: Paulo Anselmo Nunes Felipe – Diretor do Departamento de Proteção e Bem Estar Animal de Campinas

Intervalo

16h-16h45 – SAMU Animal para o Estado de São Paulo
Palestrante: Deputado Estadual Rafa Zimbaldi, autor da lei que cria o SAMU Animal Estadual

16h45 – Discussão e Criação do Conselho Regional de Proteção e Defesa dos Animais da RMC

PÚBLICO-ALVO:

Servidores públicos, Ambientalistas, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Amoreira III: Poluição atmosférica e a qualidade do ar (CONT.)

Amoreira III

→ Poluição atmosférica e a qualidade do ar

O objetivo do ciclo de conferências é apresentar e discutir a problemática da poluição atmosférica nos centros urbanos, a evolução da qualidade do ar e a importância do PROCONVE – Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores para a redução de emissões, desde a sua criação na década de 1980, até as novas Resoluções do CONAMA, aprovadas em 2018. O evento abordará, ainda, as estratégias necessárias para o controle futuro das emissões veiculares frente às novas tecnologias disponíveis, através da medição de emissões em tráfego real com equipamentos instalados a bordo dos veículos (RDE – Real Drive Emission) e Programas de Inspeção Veicular com sua evolução através da aplicação das modernas tecnologias de sensoriamento remoto para o monitoramento da frota e o controle de fraudes

PROMOÇÃO:

Associação dos Fabricantes de Equipamentos para Controle de Emissões Veiculares da América do Sul – AFEEVAS

Remote Sensing do Brasil – RSDB

PROGRAMAÇÃO:

14h-14h30 – A importância do uso do ARLA
Palestrante: Elcio Luiz Farah (AFEEVAS)

14h30-15h – Atuação responsável da ABIQUIM e o sistema SASSMAQ
Palestrante: a confirmar (ABIQUIM)

15h-16h – Curso de combate à fraude do ARLA e a necessidade de Programas de Monitoramento e Inspeção
Palestrante: Paulo H. Demarchi (Polícia Rodoviária Federal)

16h-16h30 – Intervalo

16h30-18h – Curso de combate à fraude do ARLA e a necessidade de Programas de Monitoramento e Inspeção (continuação)
Palestrante: Paulo H. Demarchi (Polícia Rodoviária Federal)

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Carvalho I: I Conferência Municipal de Educação Ambiental (EVENTO FECHADO – CONT.)

Carvalho I

→  I Conferência Municipal de Educação Ambiental

Conferência para tratar das propostas de indicadores de educação ambiental e ambientalização curricular de educação ambiental.

PROMOÇÃO:

Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

PROGRAMAÇÃO:

14h-18h – Oficinas de trabalho em grupos para a construção das propostas de “Ambientalização Curricular de Educação Ambiental e Indicadores de Educação Ambiental”.

PÚBLICO-ALVO:

Servidores públicos, Estudantes e pesquisadores, Professores e educadores em geral; Apenas convidados

Carvalho II: Diálogos Sobre Áreas Protegidas Locais (CONT.)

Carvalho II

→ Diálogos Sobre Áreas Protegidas Locais

Diálogos sobre Áreas Protegidas Locais: Marco institucional, mecanismos de financiamento, ofertas de informação e capacitação para municípios pretende estimular durante o II Fórum Brasil de Gestão Ambiental (FBGA) a articulação de municípios em favor da conservação da biodiversidade. O espaço permitirá intercâmbio de ideias e debates sobre a contribuição das unidades de conservação municipais para a conservação da biodiversidade, os benefícios que essas áreas protegidas conferem aos municípios e os mecanismos sustentáveis de financiamento existentes para o apoio à gestão. Além disso, pretende informar os representantes municipais sobre as ofertas de capacitação disponíveis para a gestão de áreas protegidas. No Brasil, as unidades de conservação municipais são parte do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (Lei 9.985/2000) e, como parte integral de uma paisagem mais abrangente, contribuem efetivamente para a conectividade ecológica e a conservação da biodiversidade.

PROMOÇÃO:

Departamento de Áreas Protegidas/Secretaria de Biodiversidade/Ministério do Meio Ambiente – DAP/SBio/MMA e Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH

PROGRAMAÇÃO:

Diálogos sobre Áreas Protegidas Locais: Ofertas de informação e capacitação para municípios

3º período

14h00 – Discussão de expertos: Capacidades e desafios dos municípios para uma gestão efetiva e equitativa de áreas protegidas locais
Jens Brüggemann – Diretor de Projeto – GIZ
Sueli Thomaziello – Geógrafa – ANAMMA
Luiz Paulo Pinto – CEPF Cerrado (a confirmar)

15h00 – Onde encontro informações? – “Kit” de ofertas de informação e capacitação em gestão de áreas protegidas locais
Palestrante: Marina Briant – Assistentes de Projetos – ICLEI América do Sul

15h10 – Ofertas de informação e capacitação I – Apresentação de ofertas seletas:
Guias “Áreas Protegidas Urbanas” e “Governança de Áreas Protegidas” da UICN
Marcos Rugnitz Tito – Oficial Senior de Projetos – UICN Brasil
Curso “Introdução a Planos de Manejo”
Luiz Fernando de Moura – Empresa Florestar Soluções
(Rodada de perguntas)

15h40 – Intervalo

15h50 – Ofertas de informação e capacitação II – Iniciativas de ICMBio, UICN e ICLEI para fortalecer as capacidades municipais em prol da conservação:
Iniciativas do ICLEI para o intercâmbio e fortalecimento de capacidades municipais
Kátia Fenyves – Coordenadora de Biodiversidade e Resiliência – ICLEI América do Sul
A plataforma PANORAMA – oportunidades para municípios
Marcos Rugnitz Tito – Oficial Senior de Projetos – UICN Brasil
(Rodada de perguntas)

16h45 – Feira de informação e intercambio sobre casos exitosos de gestão de UCM:
São Leopoldo – RS (Darci Zanini – Secretário de Meio Ambiente, a confirmar)
Guarujá – SP (Cleiton Jordão Santos – Assessor técnico e Gestor da APA Municipal da Serra do Guararú, a confirmar)
Icapuí – CE (Luana Rebouças Pinto – Supervisora de Meio Ambiente, a confirmar)

18h00 – Encerramento

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores; Aberta ao público em geral

Carvalho III: 26º Encontro Anamma: Eleições Diretoria 2019-21

Carvalho III

→ 26º Encontro Anamma: Eleições Diretoria 2019-21

A Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente – ANAMMA convoca os Senhores Secretários Municipais e demais gestores municipais de meio ambiente para a Assembleia Geral Ordinária da ANAMMA

PROMOÇÃO:

ANAMMA

PROGRAMAÇÃO:

14h00-18h00

1. Balanço das atividades realizadas no biênio 2017-2019

2. Prestação de contas da gestão biênio 2017-2019

3. Eleição e posse da Nova Diretoria Nacional da ANAMMA para o biênio 2019-2021

4. Escolha dos representantes da ANAMMA para o Conselho Nacional de Meio Ambiente e demais espaços de representação, bem como das Diretorias de Bioma e Diretorias Temáticas

5. Assuntos Gerais

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais municipais.

Seringueira: As Dinâmicas da sustentabilidade do uso dos plásticos

Seringueira

→ As Dinâmicas da sustentabilidade do uso dos plásticos

A gestão de resíduos é uma questão importante, e os consumidores cada vez mais demonstram crescentes preocupações ambientais contra as práticas atuais. Diante dessas problemáticas as alternativas ecologicamente viáveis estão sendo desenvolvidas através da ciência e tecnologia para promover um desenvolvimento sustentável a partir de uso de matérias primas de fontes renováveis. Os termos bioplástico, plástico biodegradável, compostável, biofragmentável ou bioassimilável, oxo ou oxi (bio)-degradável, fotodegradável, hidrobiodegradável hidrossolúvel, etc. são amplamente usados na atualidade como um argumento para promover os materiais plásticos sob o vocábulo de “ecologicamente e ambientalmente correto” trazendo grande confusão entre os consumidores, que muitas vezes têm dificuldades de diferenciar e identificar os seus reais significados e benefícios ambientais. Portanto, o objetivo principal da palestra será de apresentar uma avaliação global e sucinta de todos os questionamentos que envolvem as problemáticas do uso sustentável dos plásticos.

PROMOÇÃO:

TBI Eventos & Negocios/Tiroli & Partners

PROGRAMAÇÃO:

14h00-15h00

Palestrante: Leonard Sebio

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Ambientalistas, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Seringueira: 7º Seminário de Direito Ambiental e Licenciamento

Seringueira

→ 7º Seminário de Direito Ambiental e Licenciamento

Debates sobre as perspectivas e desafios da tutela ambiental no contexto brasileiro

PROMOÇÃO:

Fundação José Pedro de Oliveira / Escola Paulista da Magistratura

PROGRAMAÇÃO:

15h00 – Abertura
Dr. Wagner Gídaro – Coordenador Regional da Escola Paulista da Magistratura 
Dr. Sinval Durigon – Presidente da Fundação José Pedro de Oliveira.

15h10 – Cidades Sustentáveis, moradia e regularização fundiária
Palestrante: Dr. Ivan Castanheiro – Promotor de Justiça (GAEMA/MP/SP) 
Mediador: Dr. Wagner Gídaro – Juiz de Direito e Coordenador Regional da Escola Paulista da Magistratura

15h40 – Conflitos socioambientais e processos estruturais
Palestrante: Dr. Edilson Vitorelli – Procurador da República (MPF);
Mediador: Dr. Wagner Gídaro – Juiz de Direito e Coordenador Regional da Escola Paulista da Magistratura.

16h10 – Debates / perguntas

16h30 – Encerramento

PÚBLICO-ALVO:

Profissionais do direito e interessados em geral

Seringueira: Gestão dos Resíduos Sólidos, inclusão social dos catadores, experiência de Bonito de Santa Fé-PB

Seringueira

→ Gestão dos Resíduos Sólidos, inclusão social dos catadores, experiência de Bonito de Santa Fé-PB

A proposta tem a finalidade de discutir com os gestores municipais um modelo de gestão de Resíduos Sólidos com a inclusão social dos Catadores. Está experiência ganhou em 2013 o Prêmio Cidade Pró Catador, realizada no município de Bonito de Santa Fé-PB. Mostra um metodologia participativa na organização da logística de coleta dos resíduos sólidos, bem como o envolvimento da população local.

PROMOÇÃO:

Universidade Federal da Paraíba

PROGRAMAÇÃO:

16h30-18h00

Palestrante: MSc Tarcísio Valério da Costa 

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Manacá: Cidades e participação social: ferramentas para diagnóstico e gestão participativa

Manacá

→ Cidades e participação social: ferramentas para diagnóstico e gestão participativa

A participação e o engajamento social pode transformar realidades e melhorar a qualidade de vida, por meio do debate e da proposição de ideias e ações no território onde se vive. Para isso, propomos espaços e processos participativos voltados ao diagnóstico e à gestão socioambiental, estimulando práticas de diálogo e solidariedade que permitam a comunicação e troca de conhecimentos coletivamente construída, que possa potencializar interações e práticas de mobilização social para a gestão sustentável.
Essa atividade se propõe a apresentar e discutir ferramentas para diagnóstico e gestão participativa, mostrando caminhos para se construir a sustentabilidade de cidades, bairros, escolas e outros espaços de convívio

PROMOÇÃO:

Instituto Siades – Sistema de Informações Ambientais para o Desenvolvimento Sustentável

PROGRAMAÇÃO:

14h00-16h00

Palestrantes:
Amanda Silveira Carbone, bióloga, doutora em Ciências pela FSP/USP e educadora do Instituto SIADES
Sonia Viggiani Coutinho, especialista em Direito Ambiental, doutora e pós-doutora em Ciências pela FSP/Poli/USP e educadora do Instituto SIADES
Larissa Ciccotti Freire, gestora ambiental, doutora em Química pelo IQ/USP e educadora do Instituto SIADES

Atividades propostas:
Apresentação da equipe e da atividade
Ferramentas para diagnóstico e gestão participativa de territórios em projetos realizados
Proposição de dinâmica de diagnóstico participativo a partir de estudo de caso

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Técnicos da área ambiental, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Jacarandá: Curso de Política e Gestão Ambiental Municipal (EVENTO FECHADO – CONT.)

Jacarandá

→ Curso de Política e Gestão Ambiental Municipal

O curso objetiva capacitar o participante para a compreensão e importância do seu papel social na construção de metas institucionais e aprimorando sua atuação com os conhecimentos básicos de gestão ambiental em nível local

PROMOÇÃO:

Curso de Política e Gestão Ambiental Municipal

PROGRAMAÇÃO:

14h00-18h00

7 – Geoprocessamento na Gestão Pública Ambiental
Palestrante: Guilherme Lima

8 – Fundo Ambiental Municipal 
Palestrante: Carlos Gregio

9 – Campinas e o Meio Ambiente
Palestrante: Ângela Guirão

PÚBLICO-ALVO:

Servidores públicos; Apenas convidados

Auditório Jequitibá: Adaptação à mudança do clima no Município: Ferramentas, metodologias e abordagens estratégicas (CONT.)

Auditório Jequitibá

→ Adaptação à mudança do clima no Município: Ferramentas, metodologias e abordagens estratégicas

PROMOÇÃO:

Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ)

PROGRAMAÇÃO:

19h-21h – Socialização dos resultados

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral, setor privado, ONGs; Aberta ao público em geral

Amoreira I: Desafios de gestão ambiental para cidades Globais

Amoreira I

→ Desafios de gestão ambiental para cidades Globais 

Discussão sobre resultados de estudos e atividades no âmbito do Programa USP – Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados da USP. Os temas abordados serão: Arborização e soluções baseadas na natureza; Planejamento urbano ambiental no contexto de mudanças climáticas; Relevância do Pacto Federativo no contexto dos municípios

PROMOÇÃO:

Programa USP Cidades Globais – Instituto de Estudos Avançados/USP

PROGRAMAÇÃO:

19h00-21h00

Moderação: Prof. Dr Arlindo Phillipi Jr (FSP-IEA/USP). Doutorado em Saúde Pública (USP), Pós-Doutorado em Estudos Urbanos e Regionais (MIT/EUA) e Livre Docência em Política e Gestão Ambiental (USP). É Professor Titular da Universidade de São Paulo. Atua no Instituto de Estudos Avançados da USP, com o Projeto Experimentações Urbanas na perspectiva de novas ideias e soluções sustentáveis para cidades

Palestra 01 – ARBORIZAÇÃO URBANA. Prof. Dr. Marcos Buckeridge (IEA-IB/USP). As árvores e a saúde da população e adaptação aos impactos das Mudanças Climáticas. Levantamento de dados sobre a arborização da cidade de SP, análises sistêmicas usando big data, reúne todos os projetos científicos com árvores urbanas em São Paulo.

Palestra 02 – PLANEJAMENTO URBANO AMBIENTAL NO CONTEXTO DE MUDANÇAS CLIMÁTICA. Dr. Ivan Maglio (IEA/USP) e PPA Política e Planejamento Ambiental LTDA: O planejamento urbano no Brasil e as estratégias e políticas de adaptação às mudanças climáticas. Diretrizes para a forma urbana e instrumentos de gestão urbana e ambiental em linha com as políticas de enfrentamento da crise climática.

Palestra 03 – RELEVÂNCIA DO PACTO FEDERATIVO NO CONTEXTO DA GESTÃO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS. Ricardo Young (IEA/USP – e diretor do IDS – Instituto Democracia e Sustentabilidade). Análise do pacto federativo brasileiro, cuja configuração está no cerne dos problemas de gestão em várias áreas, entre as quais as de sustentabilidade, saúde, educação, ambiente e tributação. Questões e propostas para a revisão do Pacto Federativo.

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Amoreira II: Frente Parlamentar Ambientalista da Região Metropolitana de Campinas

Amoreira II

→ Frente Parlamentar Ambientalista da Região Metropolitana de Campinas

Discussão das atividades parlamentares da região Metropolitana de Campinas

PROMOÇÃO:

Câmara de Vereadores de Campinas

PROGRAMAÇÃO:
19h00-21h00

Palestrante: Vereador Luiz Carlos Rossini

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Vereadores da Região Metropolitana; Aberta ao público em geral

Amoreira III: Energia Solar Eletromobilidade: Caminhos para o Brasil

Amoreira III

→ Energia Solar Eletromobilidade: Caminhos para o Brasil

O crescimento da eletromobilidade e da energia solar se acelera. Como as cidades brasileiras podem aproveitar essa oportunidade.

PROMOÇÃO:

Associação Brasileira de Veículo Elétrico

PROGRAMAÇÃO:
19h00-21h00

Palestrante: Adalberto Maluf

PÚBLICO-ALVO:

Aberta ao público em geral

Carvalho I: Os Desafios da Gestão Ambiental Frente às Iniciativas da Década dos Oceanos

Carvalho I

→ Os Desafios da Gestão Ambiental Frente às Iniciativas da Década dos Oceanos

A Década Internacional da Oceanografia para o Desenvolvimento Sustentável, período entre 2021 e até 2030 será marcado pelas iniciativas que visam ampliar a cooperação internacional em pesquisa para promover a preservação dos oceanos e a gestão dos recursos naturais de zonas costeiras. A Associação Brasileira de Oceanografia (Aoceano) como entidade que reúne os profissionais de oceanografia brasileiros elencou os principais desafios e ações a serem vencidos para contribuir nas iniciativas sugeridas pelas Nações Unidas.

PROMOÇÃO:

AOCEANO

PROGRAMAÇÃO:

19h-20h Palestrantes: Dr. João Thadeu de Menezes e o Dr. Luciano Hermanns.

20h-20h30 Discussão e coleta de opiniões quanto a ações potenciais a serem desenvolvidas.

20h30-21h00 Proposição de carta de intenções dos participantes a ser encaminhada a entidades governamentais.

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Carvalho II: Prêmio Destaque em Gestão Ambiental

Carvalho II

→ Prêmio Destaque em Gestão Ambiental

No ano de 2018, a Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente – ANAMMA, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, por intermédio da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental – SAIC, promoveu a organização de uma lista de municípios que se destacam na gestão ambiental, visando fomentar a implementação de políticas públicas ambientais locais.
As indicações foram feitas pelos órgãos estaduais de meio ambiente e, neste ano de 2019, a ANAMMA assumiu a condução desse processo e, em parceria com a Frente Nacional de Prefeitos, irá promover a entrega do Prêmio Destaque em Gestão Ambiental Municipal para todos os municípios previamente indicados, incluindo ainda nessa lista os municípios que compuseram a Diretoria Nacional da ANAMMA nessa última gestão.

PROMOÇÃO:

ANAMMA Nacional e Frente Nacional de Prefeitos

PROGRAMAÇÃO:

19h-21h – Entrega do Certificado de Destaque em Gestão Ambiental para os municípios contemplados

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais

Carvalho III: Eleições Diretoria 2019-21

Carvalho III

→ 26º Encontro Anamma: Eleições Diretoria 2019-21

A Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente – ANAMMA convoca os Senhores Secretários Municipais e demais gestores municipais de meio ambiente para a Assembleia Geral Ordinária da ANAMMA

PROMOÇÃO:

ANAMMA 

PROGRAMAÇÃO:

Encerramento do processo eleitoral e da nomeação da nova diretoria ANAMMA para o biênio 2019-2021

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais municipais

Seringueira: RenovaBio: Regulamentação e próximos passos

Seringueira

→ RenovaBio: Regulamentação e próximos passos

Apresentar o programa RenovaBio, que é uma política de Estado que objetiva traçar uma estratégia conjunta para reconhecer o papel estratégico de todos os tipos de biocombustíveis na matriz energética brasileira, tanto para a segurança energética quanto para mitigação de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa, e também falar sobre os próximos passos do programa

PROMOÇÃO:

Embrapa Meio Ambiente

PROGRAMAÇÃO:

19h-21h – Palestra: RenovaBio: regulamentação e próximos passos
Palestrante: Aurélio Amaral – Diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis

PÚBLICO-ALVO:

Gestores ambientais, Servidores públicos, Ambientalistas, Técnicos da área ambiental, Estudantes e pesquisadores, Interessados em geral; Aberta ao público em geral

Mapa de Salas

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom. Ótima oportunidade para ampliar e consolidar os avanços e o conhecimento sobre as questões ambientais. Tema fundamental nos obscuros dias atuais.
    Fernando Pupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.